Tecnologia do Blogger.

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

DR. FIRMINO LEITE



 O D.r Firmino Leite, exercendo a medicina em Piancó, sua terra natal, estava, certa manhã de um dia de feira, em seu consultório, instalado em sua casa mesmo, quando lhe aparece um matuto, seu compadre e amigo, morador do sítio “Passagem de Pedras“, acompanhado de uma filha para o renomado esculápio receitar.
O proprietário do sítio era o professor João Ângelo, homem inteligente e que fôra mestre-escola em Nova Olinda, onde ensinava as primeiras letras à infância e à juventude do lugar. João Ângelo casou-se com uma parenta minha, bem mais velha que êle, tornando-se, por essa via, o dono da propriedade “Passagem de Pedras“, do município de Piancó, herdada dos pais por sua virtuosa e inocente consorte. Cometia as suas freqüentes infidelidades conjugais, por fôrça mesmo de sua mocidade impetuosa e, talvez, levado pela diferença de idade entre ele e a esposa. Era, no entanto, um cidadão honesto nos seus negócios e possuidor de inabalável conceito perante os seus concidadãos. Tido, mesmo, como modelar exemplo de virtudes cívicas e morais.
Chegando à residência do facultativo, o matuto, com a garrulice própria da gente sertaneja e a espontaneidade que a caracteriza, foi cumprimentando o médico e compadre e tratando diretamente do objetivo que o levara até lá.
—- Cumpade, trago minha minina para o sinhô receitar, pruquê de uns dois dias p’ra cá ela num vem si sintino bem. Tá cum u’a moleza no coipo, sem aimo e hoje di manhã deu p’ra vomitar. E é purisso, cumpade, qui tá aqui sua afiada p’ru sinhô vê o qui ela tem.
O D.r Firmino levou o compadre e a afilhada para o consultório, onde passou imediatamente a examiná-la. Depois de uma meia hora de exames e perguntas, o discípulo de Hipócrates chama o compadre à sala de exames para lhe dar o diagnóstico.
—- Então, cumpade, o qui a minina tem? — indaga o matuto, ansioso.
—- Não é nada grave, compadre. Ao contrário, é até muito natural. Prepare uma cama para ela que daquí a cinco mêses você vai ter neto.
—- Qué dizê, cumpade, qui a minina tá grave?
—- Está, sim.
—- Cumpade Doutô Frimino, num diga isso. É pussíve qui cumpade João Anjo teve a corage de fazer u’a miséria dessa lá em casa?
E foi para a loja providenciar logo, o “medicamento“.

PIANCÓ – FIGURAS E FATOS
por Felizardo Toscano Leite Ferreira Néto (* 5 de março de 1.930 + 27 de fevereiro de 2.001)

←  Anterior Proxima  → Inicio